quinta-feira, 5 de março de 2020

Sliding Blocks


Nome: Sliding Blocks
Editora: NA
Autores: Sanyok Duryagin
Género: Puzzle
Ano de lançamento: 2020
Teclas: Não redefiníveis
Joystick: Não
Memória: 48 K / TR-DOS
Número de jogadores: 1

Estamos habituados a que os melhores puzzles venham do Leste (Tetris, por exemplo), e é de lá que chega mais um quebra-cabeças. Este é um pouco diferente do habitual, mesmo que o objectivo seja juntar três ou mais peças da mesma cor, fazendo-as desaparecer do tabuleiro, objectivo comum a muitos puzzles do género.

Tudo começa com um menu em russo onde temos duas opções do tabuleiro e a possibilidade de iniciar o desafio. A primeira dessas opções, em cima, permite diminuir ou aumentar o tabuleiro de jogo, enquanto que a segunda define o número de peças iniciais com que se começa cada nível.

Seleccionadas as opções inicias, é-nos então apresentado um tabuleiro, bastante colorido, por sinal, com algumas peças já colocadas, junto ao centro, e nas paredes laterais conjuntos de quatro peças. Poderemos "atirar" estas peças para o tabuleiro, mas no pressuposto que vão de encontro às peças que já lá existem. Quer isso dizer que se a peça não tiver em linha recta uma outra no tabuleiro que bloqueie o seu movimento, não poderá ser mexida. 


Quando a peça sai da parede lateral, a peça imediatamente a seguir toma o seu lugar, toda a fila avançando, e garantindo assim que existem sempre quatro peças em cada fila nas paredes. Por outro lado, a peça que foi seleccionada, vai parar ao tabuleiro, e se não fizer um conjunto de três ou mais peças adjacentes entre si, neste caso desaparecendo todas do tabuleiro, ai vai permanecer, mas com a indicação através de uma seta do movimento que fez. Assim, sempre que se tira uma peça à frente desta, continua a avançar até eventualmente desaparecer nas paredes laterais. Parece complexo, mas assim que se entra no esquema, rapidamente se lhe toma o jeito.

Limpando todas as peças do tabuleiro, e desde já se alerta que mesmo o primeiro nível não é nada fácil, passa-se ao seguinte, onde recomeçamos tudo do início, mas agora com novas peças.

Sliding Blocks não é um desafio para todos. Quem não gosta do género, não irá deixar-se cativar por este, até porque os gráficos são básicos e som é coisa que não existe (talvez a sua maior pecha). Mas quem gosta de quebra-cabeças originais, tem aqui um bom motivo para passar umas horas agradáveis. Para isso poderão aqui descarregá-lo.

Sem comentários:

Publicar um comentário