segunda-feira, 11 de maio de 2020

Escape the Room


Nome: Escape the Room
Editora: NA
Autor: Stephen Carlyle-Smith
Ano de lançamento: 2020
Género: Aventura de Texto
Teclas: Não redefiníveis
Joystick: NA
Memória: 16 K
Número de jogadores: 1

Vamos agora dedicar algum tempo à já famosa Crap Games Competition, algo a que muito tardiamente nos dedicámos, já que a quantidade de jogos que têm saído ultimamente nos tem impedido de o fazer.

Decidimos começar logo pelo primeiro, um jogo de texto lançado em Janeiro deste ano intitulado Escape the Room. Os Text Games são algo de que este vosso escriba não é especial fã, mas como os jogos enviados para esta competição são sempre uma surpresa, mantivemos a mente aberta.


Somos recebidos por um ecrã que nos pede para esperar pela geração automática do mapa, o que nos deixa logo curiosos. Após algum tempo, podemos ver um mapa que representa em caracteres a nossa posição, as paredes e uma porta. Em seguida, temos um pequeno texto com uma descrição da sala que nos diz que esta está totalmente escura e que não conseguimos ver nada.

O jogo pede-nos que então para inserir um comando. Devo dizer que foi aqui que ficámos bloqueados e após tentar várias opções, descobrimos que afinal a opção mais óbvia era um simples "open door".


Após a abertura da porta, devemos mover-nos na sua direcção. Lamento revelar já o final do jogo, mas realmente é só isto. Após atravessarmos a porta, soa um beep e o programa volta a pedir-nos que esperemos pela geração de um novo mapa que acaba sempre por ser igual ao anterior.

Poderíamos dizer que este é o pior jogo do ano, pois não existe mesmo mais nada além daquilo que indicámos. No entanto, tendo em conta que nesta competição procuramos o pior dos jogos, devemos dizer que esta é um forte candidato a vencedor e que será bastante difícil de o ultrapassar a nível de qualidade (ou falta dela).

4 comentários: