sábado, 9 de maio de 2020

Phoskito y la Especia Dorada


Nome: Phoskito y la Especia Dorada
Editora: NA
Autor:  Raúl Piqueras
Ano de lançamento: 2020
Género: Acção
Teclas: Não redefiníveis
Joystick: NA
Memória: 48 K
Número de jogadores: 1

O curso de Basic de AsteroideZX foi o principal catalisador para que uma miríade de novos programadores desse os primeiros passos nessa linguagem de programação, não sendo assim de estranhar que uma boa parte desses jogos sejam realmente muito básicos. Todos os grande programadores começaram desta forma, pelo que para primeiros trabalhos, a maior parte são bastante prometedores, alguns até tendo ideias muito originais e engraçadas, como é o caso de Phoskito y la Especia Dorada, criado por um autor até agora desconhecido para nós, Raúl Piqueras. Foi mais uma das propostas a entrar na competição BASIC 2020.

O jogo decorre em duas fases, a primeira de exploração e colheita. O ano é 2022 e no nosso Planeta uma praga está a destruir os temperos necessários no fabrico da cerveja (isso é que não pode ser, dizemos nós, amantes de uma boa e até de algumas más cervejas). É então que um herói anónimo oferece-se para salvar o mundo, aceitando a missão de viajar para o espaço em busca de novos "recursos de cerveja". Phoskito, o suposto primo de Cosmito, que possui a licença de vôo espacial tirada no Telegram (algo semelhante à farinha Amparo) e pratica na base S.A.N.A, em Minglanilla,  no entanto não sabe pousar lá muito bem. Além disso, Phoskito é uma amante dessa iguaria alcoólica, pelo que para homenagear cada planeta, quer provar todos os tipos de especiarias e cervejas. Para bem da humanidade, claro. Mas tem que ter cuidado, pois não poderá beber mais de 7,5 litros em cada planeta por razões de "segurança". Além disso, também tem que controlar a embriaguez, não podendo ultrapassar os 1,99 graus de álcool no sangue. Quando estiver saciado, tem que regressar à nave e viajar para outro planeta.


Nesta primeira fase a ideia é recolher as especiarias, pelo meio ir provando as cervejas, sempre tendo cuidado para não apanhar a bebedeira. O programador incorporou algumas ideias engraçadas como a simulação do estado de embriaguez, quando passamos a nossa conta de cervejas (vejam o efeito ao nível dos controlos), mas em especial a descrição das cervejas que vamos provando. Aliás, o manual do jogo tem uma tabela muito informativa com os vários tipos de cerveja espanholas.

Avançamos então para a segunda fase. Já tínhamos referido que nas habilitações de Phoskito consta a de provedor de cervejas, mas não o de pousar as naves. Isso fez com que no regresso a casa a sua nave tenha perdido várias partes. Teremos agora que recolher pelo menos três peças, viajando através de cinco diferentes ecrãs (as constelações Spectra), só então podendo regressar à nave. Mas é necessário algum cuidado, pois existem meteoritos que nos tentam atingir.

Esta segunda fase tem semelhanças óbvias com a primeira, mas com cenários diferentes. O fundo é preto, perdendo-se algum do brilho da primeira fase. No entanto, a mecânica é a mesma, apenas tendo que ter-se especial cuidado com a trajectória dos asteróides, por outro lado não havendo a preocupação de controlarmos o estado de embriaguez.


O jogo é muito básico, como se esperava, mas tal como na maioria das propostas, a criatividade dos programadores traz sempre mais algum "sumo" (ou será álcool?) a estes trabalhos. Assim, o programador achou por bem contribuir para a nossa segurança rodoviária, tendo incluído no menu inicial um alcoolómetro. Respondendo a algumas questões básicas, como o sexo, peso, e o álcool consumido, ficamos a saber o nosso grau de álcool no sangue e se estamos ou não em condições de conduzir. Está aqui um bom motivo para levarmos o jogo connosco nas nossas deambulações pelos bares...

Phoskito y la Especia Dorada oferece então uma ideia bastante original e divertida, e supondo que este é o primeiro trabalho (ou um dos primeiros trabalhos de Raúl Piqueras), parece-nos que criou as bases para criar projectos mais ambiciosos futuramente. Agora com licença, vamos medir o nosso estado de embriaguez, pois a vista já está a ficar um pouco turva. Hic...

Sem comentários:

Publicar um comentário