domingo, 30 de julho de 2017

Omelettes for Breakfast


Nome: Omelettes for Breakfast
Editora: NA
Autor: Gabriele Amore
Ano de lançamento: 2017
Género: Plataformas
Teclas: Não redefiníveis
Joystick: Kempston, Sinclair
Número de jogadores: 1

Tal como prevíamos não foi preciso esperar muito tempo por Omelettes for Breakfast, sendo o segundo jogo de Gabriele Amore que sai durante este mês de julho. E ao contrário de Monkey Jr., cuja jogabilidade era muito fraca, nota-se alguma evolução a esse nível, como consequência aumentando o interesse para o jogo.

O nosso papel, na figura de um cozinheiro, é o de preparar umas belas omeletes para o pequeno-almoço. Para isso necessitamos obviamente dos ovos. Só que estes ainda estão no cú da galinha, como se costuma dizer, pelo que temos que arranjar forma de os obter. Isso passa por dar uns belos sopapos no passaroco que os vai pôr, que começa a voar e larga o ovo algures. Temos então que o apanhar antes do robô de cozinha e ir colocá-lo na frigideira que está ao lume. No entanto, o robô é glutão e tenta apanhar o ovo antes de nós, e se o fizer não temos outro remédio que ir dar mais uns sopapos na ave. Por outro lado, se tivermos já o ovo em nosso poder e se formos apanhado pelo robô (ou outros perseguidores em níveis mais avançados), perdemos o ovo e uma vida.


Em níveis mais avançados existe também alguma variedade na ação, tendo num dos níveis que dispararmos contra os robôs que tentam roubar o galináceo, ou acertar com uma mola no perseguidor (muito semelhante ao que este autor já havia feito com Popeye). E assim, apesar de bons sprites, como é apanágio desse autor, som e melodias boas, a sensação que temos é que já vimos tudo isto várias vezes nos seus jogos.

É de qualquer forma um jogo a experimentar e podem descarregá-lo aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário