quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Preview: Angry Bloaters!


Quem não se recorda de Eric and the Floaters, mítico jogo que apareceu para o Spectrum em 1984? Foi isso que Lampros Potamianos se propôs a (re)fazer, após ter terminado de forma brilhante Nextoid (a segunda versão incluí níveis criados por André Leão, vosso anfitrião - se ainda não foram descarregar o jogo, não sabem o que perdem) e ainda antes de lançar The Hollow Earth Hypothesis, que a avaliar pelos vídeos já divulgados, vai ser mais um sucesso.

Assim, em Angry Bloaters!, cuja demo já tivemos oportunidade de experimentar, o que desde logo salta à vista é a enorme, mas enorme mesmo, jogabilidade, e o vício tremendo que provoca. Apenas para terem a noção, propusemo-nos a fazer dois ou três jogos antes de começarmos a escrever esta preview. Ao final de hora e meia continuávamos de volta da demo e sem vontade alguma de a deixar. Tínhamos sempre a desculpa: vamos lá experimentar só mais uma vez...


Em relação ao jogo que inspirou Angry Bloaters!, este tem logicamente algumas novidades. Ao nível dos gráficos nota-se logo uma grande evolução. E atenção que estes ainda estão a ser melhorados, prevendo-se algumas mudanças antes de sair a versão final.

Outras novidades incluem uma série de bónus como tesouros que dão pontos extra, duplicação do raio de acção da bomba, sapatos que aumentam a velocidade do nosso personagem, bombas de plasma, etc.. Mas o programador também adicionou imensas maldades. Experimentem, por exemplo, rebentar a porta de saída e vejam o que acontece. Ou a atingir o nível 4, com as diabólicas bombas automáticas, e sentir na pele um arrepio de cada vez que há uma deflagração.

Vão ser assim cinquenta níveis muito intensos que terão oportunidade de experimentar muito em breve. E agora com licença, que temos que ir rebentar mais uns balões...

Sem comentários:

Publicar um comentário