terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Dungeon Raiders


Nome: Dungeon Raiders
Editora: NA
Autor: Payndz
Ano de lançamento: 2018
Género: Ação
Teclas: Não redefiníveis
Joystick: Não
Memória: 48/128K
Número de jogadores: 1

Imaginem um jogo que mistura Pac-Man com Action Force 2. É isso que podem encontrar no novo jogo de Andy McDermott, aka Payndz. Depois de Sorceress e Sorceress 2, Andy continua a saga dos feiticeiros e do Senhor das Trevas, mas desta feita em moldes diferentes dos jogos anteriores.

Assim, durante gerações, o necromante Skulvort foi enviando das profundezas da sua fortaleza, exércitos para saquear as terras circundantes. Mas agora, quatro valentes aventureiros vão tentar destruir o Senhor das Trevas de uma vez por todas, e reivindicar os seus tesouros (por acaso pensavam que era apenas um ato altruísta?).

Ao longo dos vinte níveis que compõem este jogo criado através do Arcade Games Designer, três dos aventureiros vão directamente enfrentar os exércitos, enquanto que o quarto, o poderoso mago Zpectru, vai usar os seus poderes para vigiar de longe os seus companheiros, orientando-os para as riquezas e protegendo-os dos muitos inimigos e e armadilhas da fortaleza.


Controlamos assim o Olho da Força de Zpectru. Ao orientar o Olho para um local, os restantes aventureiros vão tentar chegar a esse local da forma mais directa possível. Além disso, ao passarmos o Olho sob um inimigo, esse é eliminado, mas reaparecendo outros noutro local.

Teoricamente a mecânica do jogo até poderia funcionar. No entanto, torna-se demasiado confuso, pois são demasiados personagens a vigiar ao mesmo tempo (os três aventureiros, mais os restantes inimigos), e acabamos por orientar quase aleatoriamente o Olho. Por outro lado, a IA dos aventureiros não está muito afinada, levando a que eles fiquem constantemente bloqueados e não escolham o caminho mais lógico para chegar aos tesouros, tornando-se um exercício frustrante tentar orientá-los. 

Graficamente está parecido com os episódios anteriores da saga, o que quer dizer que cumpre com os objetivos. No entanto, as razões anteriormente apontadas levaram a que não gostássemos particularmente deste jogo, achando-o mesmo o mais fraco do seu autor.

De qualquer forma Dungeon Raiders é gratuito (e original), podendo aqui ser descarregado.

Sem comentários:

Enviar um comentário