quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Eurostriker


Nome: Eurostriker
Editora:NA
Autor: Valdir
Ano de lançamento: 2018
Género: Ação
Teclas: Não redefiníveis
Joystick: Não
Memória: 48/128K
Número de jogadores: 1

Valdir é um velho conhecido nosso, programador português de quem já aqui analisámos ZX Nights e ZX Striker. Aliás, este último foi um jogo que passámos longas horas, uma vez que permitia até 16 jogadores em simultâneo. E lança agora um jogo com muitas semelhanças com este, apenas se lamentando a impossibilidade de ter vários jogadores em simultâneo. Mas não se pode ter tudo e as novidades de Eurostriker compensam largamente essa lacuna.

Quem conhece ZX Striker não vai estranhar a mecânica de jogo, pelo menos no que toca a marcar golos. É que assumimos a pele de um artilheiro de uma equipa da quarta divisão europeia. As semelhanças com Footballer of the Year são também muitas, pois marcando golos, ajudamos a nossa equipa a ganhar jogos e aumentar o moral, subindo na classificação, e, quem sabe, chegar à primeira divisão, onde vamos encontrar o Benfica e o Porto (o Sporting está na segunda divisão, o que é uma pena e muito injusto).

Assim que iniciamos o jogo temos a possibilidade de escolher o nome do nosso artilheiro. De seguida é-nos apresentado um menu com várias opções: dados da nossa equipa e do nosso artilheiro, possibilidade de treinar as nossas competências na marcação de golos, classificação da equipa (e das restantes divisões), jogos agendados, jogos da taça (sim, também há esta competição), melhores marcadores e, por fim, possibilidade de avançar para o próximo jogo.

Quando escolhemos esta opção, surge o jogo em curso no qual a nossa equipa participa. O resultado do mesmo está relacionado com o próprio nível da nossa equipa e com a sua moral (que aumenta ou diminui, conforme os resultados). Periodicamente surge uma oportunidade de golo e é aqui que começa a nossa intervenção.


Como não estamos perante um puro jogo de estratégia desportiva, antes um jogo que exige habilidade na concretização das oportunidades que vão aparecendo, fazer um campeonato é relativamente rápido, tal como já acontecia com ZX Striker. É que o foco está, como foi referido, na concretização das oportunidades de golo. E quando estas aparecem irão verificar as semelhanças com ZX Striker.

Aparece então o campo de jogo, o nosso artilheiro, o guarda-redes da equipa adversária, um cursor, que representa a direcção que a bola toma, e uma numeração decrescente, que representa o tempo que resta para rematar à baliza. Apenas temos que usar as teclas do cursor (ou WASD) para fazermos o remate, que pode levar efeitos, ou ter maior ou menor potência (influencia a altura a que a bola é disparada). Enfim, como diz o ditado, practice makes perfect, e é isso precisamente que vamos aqui precisar para começarmos a ganhar jogos e prestígio.


Este foi um jogo que nos agradou bastante, pela sua simplicidade, pela possibilidade de se fazer um campeonato de forma mais ou menos rápida, e, acima de tudo, porque é daqueles jogos que nos conseguem cativar desde início e pelo qual nem damos pelo tempo passar. E depois, sendo mais um jogo português, qualquer compatriota tem obrigação de o experimentar. Podemos garantir que não irão ficar desiludidos.

Eurostriker é gratuito e pode aqui ser obtido.

Sem comentários:

Enviar um comentário